Maquiagem, círculo cromático, teoria das cores e olheiras – Sala Doris
Maquiagem_7

Maquiagem, círculo cromático, teoria das cores e olheiras

Olheiras… Não existe na face da Terra uma mulher que as tenha e não as deteste.

Sim! Infelizmente a maioria de nós a temos…e não nos orgulhamos disso, que fique bem claro. Porém existem inúmeros produtos, cremes, corretivos e poucas pessoas que conseguem um resultado satisfatório.

Vamos por partes, aliás, por cores:

Olheiras dividem-se basicamente em dois tipos, ou duas cores.

As roxas e as marrons.

As roxas são aquelas que normalmente acompanham pele clara, que muitas vezes transparecem até pequenas veias.

As marrons são na maioria das vezes de mulheres mais morenas, e em alguns casos ela vai até a pálpebra, é a tonalidade da pele da região dos olhos de algumas pessoas.

A melhor maneira de você corrigir as suas é descobrir qual cor ela é mais próxima (roxo ou marrom) e anulá-las com a cor oposta, neutralizada você parte para o corretivo e pronto! Olheiras corrigidas você passa para os próximos passos da make: base, pó, etc.

Na teoria nos baseamos no círculo cromático, que mostra as cores opostas para cada tom e são essas (as opostas) que a neutralizam.

Resumindo:

Olheira roxa? Corretivo amarelo

Olheira marrom? Corretivo laranja (pêssego/salmão) dependendo do tom do marrom corretivo lilás.

Como assim? Bem, se vocês olharem com calma e atenção no círculo cromático não acharão o marrom, dessa forma como saber qual cor anulá-lo?

O marrom é composto de azul, vermelho e amarelo.

Então podemos neutraliza-lo com qualquer cor dessas?

Em partes, por ter essas três cores na sua composição precisamos achar o tom predominante e assim com o tom oposto e anulá-lo.

Vale testar produtos, corretivos coloridos e não desanimar, podemos vencê-las sim! Basta achar a cor correta.

Maquiagem_7-1

Espero ter ajudado e estou à disposição para tirar as dúvidas que surgirem.

Super beijo!


'Maquiagem, círculo cromático, teoria das cores e olheiras' não há comentários

Seja o primeiro a comentar esse Post!

Gostaria de deixar seu comentário?

Seu e-mail não será publicado.

© Sala Doris 2016   -   Todos os direitos reservados